A TV deixou de ser o centro das atenções

marca-dagua
Palestra ESPM: O que os consumidores querem das plataformas digitais pelo mundo afora?”
21 de outubro de 2010
marca-dagua
Mais um ponto para a Classe C
29 de outubro de 2010
marca-dagua

Amigos.

Para variar a correria do dia-a-dia não me permite que eu escreva nesse blog diariamente como gostaria, mas enfim, a gente tenta sempre que possível.

Normalmente eu gosto de pegar matérias que saem em sites de credibilidade do mercado de comunicação e marketing e comento em cima delas, porém, hoje não haverá tempo para isso devido a sequencia de reuniões que devo entrar em 15 minutos, mas vou deixar aqui uma pesquisa que um dos meus sites de referência, Adnews, publicou em sua newsletter hoje.

Como regra da blogosfera, eu estou não apenas dando a fonte como também darei o link da matéria, mas pelo relacionamento amigável que tenho com o Paulo Rosa, um dos donos do site, acredito que ele não se importa em ter uma matéria sua publicada nesse humilde blog.

Essa pesquisa é um alerta para os gestores de marca: Olhem além da TV, ok?

A agência digital Razorfish e o portal Terra realizaram a pesquisa “The Stampede – Conheça a nova Classe Média Digital” pra desvendar os hábitos da população em era digital. Realizado no Brasil, México e Argentina, o estudo aconselha aos profissionais de marketing orientar e migrar seus esforços de investimentos para o digital.

O relatório informa que a inclusão digital caminha de forma acelerada junto às classes emergentes e revela que os televisores, apesar da presença maciça ( em 99% dos lares), deixaram de ser o “centro das atenções”.

No Brasil, os aparelhos que permitem acessar a Internet já estão presentes em 66% dos lares da Nova Classe Média Digital (NCMD). Os desktops são encontrados em 40% dos lares; os laptops, em 3%, e os celulares com acesso à internet, em 23% das residências dessa faixa da população.

Dos 28 milhões de lares que possuem computadores, 63% são da nova classe média digital, enquanto 23% pertencem à classe A e B e 14% à classe D. O número de desktops presentes nos lares dessa faixa da população cresceu 15% entre 2006 e 2009.

Já em 2010, dos 3,7 milhões de pessoas que pretendem comprar um computador, 57% pertencem às classes emergentes. Segundo os dados de vendas já realizadas, nove em cada dez computadores estão sendo adquiridos por essas classes, segundo destaca a pesquisa da Razorfish e Terra.

Dos usuários da Internet, 42% são da nova classe média digital em 2010, em comparação a apenas 29% em 2004. Ou seja, o número de pessoas dessa faixa da população que acessam a internet, por meio dos diversos dispositivos, cresceu 44% no período.

“Estes dados demonstram uma mudança forte no perfil das classes emergentes, que deve ser considerado pelas empresas ao definirem suas estratégias de negócios e de comunicação”, destaca Fernando Tassinari, diretor-geral da Razorfish no Brasil.

“O estudo corrobora o que vivenciamos na prática e que extrapola rótulos ou categorias. Foi o que aconteceu na Copa e é o que vem acontecendo nas Eleições, por exemplo. Seja pela informação, seja por entretenimento, a internet já é hoje o meio mais democrático para todas as classes sociais. E com menores custos e sem a limitação da grade da mídia tradicional, a Classe C encontra na internet opções que contemplam todos as suas necessidades e gostos”, comenta Paulo Castro, diretor geral do Terra Brasil.

Fonte: https://www.adnews.com.br/internet/109830.html

Já está a venda o meu livro PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DIGITAL (Ed. Brasport). Adquira já o seu!

Estão abertas as matrículas para a 2a turma de Pós-Graduação em Marketing Digital da Faculdade Impacta de Tecnologia. Clique aqui e saiba mais.
As aulas começam dia 06.11, corra, pois as vagas são limitadas.

Felipe Morais
Felipe Morais
Publicitário, apaixonado por planejamento digital. Começou a carreira, em 2001, atuando como redator publicitário, passando, em 2003 para a área de planejamento digital, onde atua até hoje, sendo reconhecido como um dos grandes nomes do mercado no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *