Banner no celular. Via Google

marca-dagua
Curso ESPM
25 de abril de 2008
marca-dagua
A Classe C também consome…e muito!
29 de abril de 2008
marca-dagua

Amigos.

Na semana passada saiu uma matéria no portal IDGNow muito interessante.
Como fã – declarado – do Google, não podia deixar de publicar e comentar sobre mais uma das novidades da empresa, que recentemente foi eleita a marca mais valiosa do mundo.

A publicidade no celular vem crescendo de forma avassaladora nos últimos meses. No momento essa é a grande menina dos olhos dos anunciantes, que querem estar em primeiro lugar. Trabalhei recentemente para uma marca que pedia a nós – mídias – que conversassemos com os veículos e tudo o que fosse de novidade, antes de ir para o mercado deveria passar pela agência e cliente antes. Sei que esse cliente não era o único.

Agora, apostando nessa avalanche, o maior nome da publicidade online – Google – oferece aos anunciantes uma forma – sua – de venda de banners para mobile marketing, desenvolvendo o seu método de pagamento por click, o que para os anunciantes é maravilhoso, para as agências não. Mas isso é uma questão para discutirmos em outro dia.

O Google começará a oferecer anúncios para celular no formato banner
As empresas que utilizam o AdWord, do Google, para anunciar online, agora poderão mostrar banners em celulares ao invés de textos simples. O Google inclui uma linha de texto abaixo de cada banner identificando que ele é um anúncio. Outras empresas, como Yahoo, AdMob e Third Screen (da AOL), já oferecem anúncios móveis no formato banner. A Microsoft também exibe banners em algumas versões móveis de seus sites, como o MSNBC e páginas do MSN.
Apesar de já haver companhias que apoiam os banners para celular, o uso da internet móvel ainda é relativamente baixo, o que significa que o Google não perdeu uma grande oportunidade até agora, diz o analisa Greg Sterling. “Não é o caso de o comportamento do consumidor estar estável e, eles, atrasados”, diz. Além disso, segundo Sterling, a maioria dos anunciantes ainda estão testando os anúncios móveis, então poucos estão “casados” com uma rede de publicidade.
O Google pode ter uma vantagem sobre seus rivais no mercado de banners para celular graças à forma como cobra os anunciantes. Todos os seus anúncios têm base no sistema “pay-per-click”.
Outras plataformas de anúncio geralmente cobram pelas impressões ou quantas vezes a página com o anúncio é visualizada – e no mercado móvel, estas taxas geralmente são muito altas, afirma Sterling.
Com o Google, os anunciantes podem testar seus anúncios com menos risco, já que pagam somente pelos cliques do usuário, aponta o analista.

Se tratando de Google, é – como sempre digo – esperar para ver no que vai dar. Dificilmente essa aposta dará errada, mas por ai vem mais…

Abraços

Felipe Morais
Felipe Morais
Publicitário, apaixonado por planejamento digital. Começou a carreira, em 2001, atuando como redator publicitário, passando, em 2003 para a área de planejamento digital, onde atua até hoje, sendo reconhecido como um dos grandes nomes do mercado no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *