Evento SMX Brasil – 2o Dia

marca-dagua
Evento SMX Brasil – 1o Dia
7 de agosto de 2008
marca-dagua
Planejamento (diferente) ganha espaço e importância nas estratégias de Marketing
11 de agosto de 2008
marca-dagua

Amigos

Hoje foi o 2o e último dia do evento SMX Brasil de Search Marketing, infelizmente apenas 2 dias de evento, não que eu quisesse ficar mais alguns dias fora do trabalho, mas é que esse assunto é tão importante e tinha tanta gente boa falando que sai de lá com milhares de idéias para a FTPI, nos aguardem!!!

“Para cada palavra-chave existe apenas um primeiro lugar” assim começou o 2o. e último dia do evento.

Não apenas com concorrentes diretos as empresas brigam pelo primeiro lugar. O Google transformou todo mundo em concorrente direto, uma vez que uma loja de tênis pode concorrer para estar em 1o lugar com uma revenda de pneus, pela palavra borracha.

Otimizar um site é pensar em vários aspectos, inclusive nos diversos buscadores que ele vai abrir, então deve se entender e padronizar a construção para todas as versões de todos os buscadores: Firefox 2.0, 3.0; Internet Explorer 5.0,6.0, 7.0. 8.0…

Surgiu no evento o nome do PROSUMIDOR – consumidor que gera conteúdo. Conteúdo chama usuário que gera mais conteúdo que chama mais usuário. Essa é a roda da web hoje em dia com o avanço da web 2.0; user experiênce esse é o conceito do momento. Aproveito para dizer que vou abordar muito isso em meu livro.

Conteúdo relevante = melhor page rank no Google, assim, melhor classificado nos sites de busca. Quanto maior o Page Rank, mais os Spiders do Google visitam o site e melhor classificado na busca natural ele estará, assim, mais pessoas vão visitar o site e sem custo nenhum para as marcas. Qualquer negócio gerado, é lucro. E acredito no que foi dito: Não são poucos os negócios gerados com essas ações.

Fernando Taralli, VP de Estratégias Digitais da Young&Rubicam “As pessoas não são. Elas estão! Estão querendo conhecer uma empresa, estão querendo comprar um carro, estão querendo viajar para New York…” percebe-se aqui mais um motivo importântíssimo para fazer a técnica de SEO no site das marcas, as mesmas que investem milhões de reais na TV para impactar as pessoas, que em 37% dos casos recorrem a web para conhecer mais sobre o produto anunciado, esse produto que quando tem um URL na propaganda faz com que apenas 20% das pessoas se lembrem dessa URL… as interessadas correm a web em busca da marca, mas se esquecerem da marca e desejarem ir a categoria, muitas vezes aquela marca que investiu milhões naquele comercial nem aparecerá no Google e com isso, perderá clientes… e milhares deles.

E engraçado pensar que em alguns casos vídeos no You Tube do mesmo comercial tem mais relevância que o site da marca e podem ser vistos por mais pessoas que na TV… e só 3% da verba publicitária vem para a web… vai demorar muito para as empresas acordarem??? Ainda mais depois que uma coisa ficou muito clara: As mídias não vão se degladiar, uma não vai matar a outra! Vai se dar bem aqueles que oferecerem bons pacotes de Cross Media: Todo mundo lê jornal, assiste TV, acessa a web, anda na rua….

Falando em consumidor, é fato que os desejos de buscar e se relacionar sempre fizeram parte do DNA humano, desde os tempos mais remotos era necessário realizar essas tarefas. Hoje há o Google e as Redes Sociais para potencializar essas necessidades básicas do ser humano.

McLuhan: O meio é a mensagem.
E o ser humano é a extensão. Hoje ele é mídia. E esse ser humano indica algo para alguém que indica para outro alguém, que indica para outro alguém… e essa indicação vale mais a pena do que os R$ 300.000,00 no Jornal Nacional que as marcas pagam….

Finalizo esse post com outro excelente motivo para técnicas de SEO em buscadores… no mundo inteiro, são realizadas 2 bilhões de buscas por dia no Google… está bom ou querem mais?

Quer participar do lançamento do meu livro: PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DIGITAL em outubro? Mande um e-mail para felipemorais2309@gmail.com para entrar no mailing.

Abraços
Felipe Morais

Felipe Morais
Felipe Morais
Publicitário, apaixonado por planejamento digital. Começou a carreira, em 2001, atuando como redator publicitário, passando, em 2003 para a área de planejamento digital, onde atua até hoje, sendo reconhecido como um dos grandes nomes do mercado no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *