Frente Parlamentar da Comunicação Social

marca-dagua
Lembra quando sites em Flash não entravam nas buscas do Google? Isso já era….
14 de julho de 2008
marca-dagua
Por US$ 52 bi a Budweiser é nossa!
17 de julho de 2008
marca-dagua
Amigos.

Muito tem se noticiado sobre o evento que começou ontem, o IV Congresso de Publicidade aqui em São Paulo, que conta com presenças ilustres do nosso mercado de comunicação e de Kofi Annan, ex-secretário geral da ONU, pessoa de extremo respeito a nível mundial.
Entre os representantes nacionais, estão presentes Dalton Pastore, presidente da ABAP, Nizan Guanaes (Grupo ABC,), Roberto Justus (Y&R), Angêlo Franzão Neto (McCann-Erickson), Eduardo Fischer (Grupo Total), Roberto Civita (Editora Abril), Franscico Gracioso (ESPM), Luiz Lara (Lew´Lara) e João Carlos Saad (Grupo Bandeirantes ) entre outros excelentes profissionais do mercado, mas digo de passagem que só o conteúdo que possui essas pessoas já valia a pena, pois tratam-se de gestores das maiores agências e contas do Brasil além de veículos de extrema importância no cenário da comunicação.

Assim, no dia 14/07/2008 se deu início ao congresso, que após a palestra de Kofi Annan, foi oficializada a Frente Parlamentar da Comunicação Social constituído por 198 deputados federais e 38 senadores e que será um foro permanente no Congresso Nacional, que tem como presidente o deputado Milton Monti (PR/SP). “Não haveria momento mais oportuno de anunciar a disposição do Congresso de discutir um tema tão relevante. A Constituição estabelece que alguns produtos tenham cuidado especial na sua divulgação, como álcool, tabaco e medicamentos. Mas, ao mesmo tempo, ela contempla a liberdade de expressão comercial e restringe o cerceamento a essa liberdade”, disse Monti.

O deputado lembrou que: “a publicidade brasileira tem uma experiência importante de auto-regulamentação. Tem relevância econômica para o País e é reconhecida em todo o mundo por sua qualidade. E tem papel fundamental no fortalecimento dos meios de comunicação”.


Para Dalton Pastore, presidente da ABAP e do IV Congresso e que durante o jantar oficializou a comissão: “essa iniciativa dos parlamentares coloca a indústria da comunicação no rol dos assuntos de importância nacional”.

Eu acredito que a Comunicação como um todo tenha ganho um forte aliado no combate as restrições. Depois de restringir comerciais de cigarros e levar a propaganda de bebidas álcólicas para depois das 22h, duas ações que na minha opinião são importantes e devem ser seguidas, passamos por um momento onde um prefeito de SP resolveu banir toda a comunicação visual da cidade, em um movimento de extrema incompetência administrativa.

Recentemente os veículos noticiaram que haverão novas restrições na propaganda para remédios, comunicação para crianças e medicamentos. Um absurdo!

Precisamos mesmo de uma comissão que impeça que alguns políticos – que não tem o que fazer a não ser roubar o dinheiro público – se dêem bem frente a nossa propaganda, tão premiada e respeitada mundo a fora.

“Quer participar da festa de lançamento do meu livro: PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DIGITAL, em outubro? Mande um e-mail para felipemorais2309@gmail.com e se cadastre.
Enviarei um convite com maior prazer”

Abraços
Felipe Morais

Felipe Morais
Felipe Morais
Publicitário, apaixonado por planejamento digital. Começou a carreira, em 2001, atuando como redator publicitário, passando, em 2003 para a área de planejamento digital, onde atua até hoje, sendo reconhecido como um dos grandes nomes do mercado no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *