Google Trends na audiência da web

marca-dagua
Dica da semana
18 de julho de 2008
marca-dagua
Ache vídeos pelo Google
22 de julho de 2008
marca-dagua
Amigos.

O Google entrou na onda do Ibope e quer medir a audiência dos sites. Essa ferramenta é super importante para nós planejamentos interativos e para os mídias, uma vez que poderemos avaliar o site das nossas marcas ou defender melhor o uso de determinados sites para nossas campanhas: Google Trends sistema que permite ver quais são os sites mais populares da web e não mais apenas os termos mais buscados, como a ferramenta era conhecida a pouco tempo atrás, uma vez que a ferramenta Google Trends permitia aos usuários apenas ver quais são as palavras mais buscadas no Google, mostrar em quais regiões do mundo determinado termo é mais procurado e comparar a popularidade entre termos na busca, agora, estas características também são extensivas a quem digitar a URL de um site.
Basta entrar no sistema e digitar www.uol.com.br ou www.terra.com.br e analisar o volume de visitas diárias de cada site e um gráfico com a evolução da audiência dos sites.

Para ter acesso aos dados, é preciso ter uma conta @gmail.com, assim como em todas as ferramentas que o Google disponibiliza, o usuário precisa ser cadastrado no Gmail.
O Google explica que o serviço reúne informações de buscas e do Google Analytics e só reporta dados de sites compatíveis com seus padrões e que tenham um volume razoável de audiência.

A ferramenta, explica o Google, ainda é imprecisa pois está em fase de testes.

“Quer participar da festa de lançamento do meu livro: PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DIGITAL, em outubro? Mande um e-mail para felipemorais2309@gmail.com e se cadastre.
Enviarei um convite com maior prazer”

Abraços
Felipe Morais

Felipe Morais
Felipe Morais
Publicitário, apaixonado por planejamento digital. Começou a carreira, em 2001, atuando como redator publicitário, passando, em 2003 para a área de planejamento digital, onde atua até hoje, sendo reconhecido como um dos grandes nomes do mercado no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *