O efeito Cris Anderson

marca-dagua
Dica da semana
6 de junho de 2008
marca-dagua
Comercial cerveja Cerpa Gold
10 de junho de 2008
marca-dagua
Amigos.

Na semana passada, o editor-chefe da revista Wired e autor do best-seller “A Cauda Longa”, Cris Anderson esteve no Brasil dando uma palestra no Fórum Mundial de Marketing e Vendas promovido pela revista HSM Management. O site da revista Consumidor Moderno publicou um resumo da entrevista do editor da Wired.
No evento, Anderson falou sobre a teoria que desenvolveu no livro sobre o mercado de Hits X mercado de nichos tendo a web como cenário principal da atuação da Cauda, onde para ele a criação de produtos de massa, que atingiam um número enorme de pessoas, típica do século passado, foi substituída pela segmentação. “Tínhamos o século focado no denominador comum. Aquele modelo de tamanho único não existe mais. Hoje somos medidos mais pelas nossas diferenças do que pelas nossas semelhanças. Em termos de magnitude, há muito mais escolhas online do que numa loja física. Um terço dos livros vendidos na Amazon referem-se a livros que não estão nas prateleiras das livrarias. Dominamos a cultura do século XX porque tínhamos o monopólio da distribuição. A internet chegou com um sistema de distribuição maior, uma prateleira infinita e sem custos”.
Em todo o seu livro, Cris defende o fato de lojas virtuais serem mais lucrativas porque não precisam de estoques físicos, assim há uma possibilidade maior de expor diversos produtos em uma página na web.
Anderson aproveitou também para falar sobre o seu novo livro “FREE” onde ele defende a tese que no futuro muitas coisas serão gratuítas para os internautas. Nesse novo livro, Anderson defende que: o gratuito de marketing e o gratuito de mídia, estão no anunciante subsidiar os custos do produto para que ele saia de graça para o consumidor. Na nova forma de economia gerada pela internet, o gratuito é uma forma de ganhar dinheiro. “Tudo online está se tornando cada vez mais barato porque o gratuito é o único preço sustentável”, apontou.

Abraços
Felipe Morais

Felipe Morais
Felipe Morais
Publicitário, apaixonado por planejamento digital. Começou a carreira, em 2001, atuando como redator publicitário, passando, em 2003 para a área de planejamento digital, onde atua até hoje, sendo reconhecido como um dos grandes nomes do mercado no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *