O mundo web e suas surpresas

marca-dagua
A ABRADI vem ai…
29 de julho de 2008
marca-dagua
Reconstuir a web? Essa é a GENI…
31 de julho de 2008
marca-dagua
Amigos

O mundo web apronta e muito com as empresas, por isso deve-se tomar muito cuidado com as suas ações na internet. Em meu livro, PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DIGITAL, o qual será lançado em outubro desse ano, eu defendo muito a monitoração diária dos projetos para que não ocorram sustos, afinal, não pense que só a sua agência ou empresa está na web: Toda a sua concorrência está!

O termo “aquela é a marca a ser batida” é um termo antigo do marketing mas que permanece na mente dos gestores de marketing até hoje, e nem mesmo o mundo digital vai mudar isso, tal qual o campeonato brasileiro de futebol, o líder é sempre quem deve ser alcançado e ultrapassado, então outra marca se torna líder e com isso deve “correr” para não ser alcançada.

E nem mesmo o gigante da web escapa desse momento. Quando a web começou o Cadê, Altavista e Yahoo! dominavam o mercado de buscas, eram líderes e o Yahoo! acabou comprando o Cadê, até que 2 estudantes de Harvard decidiram fazer um sistema de buscas para uma biblioteca, esse sistema foi aumentando, aumentando e se tornou em 6 ou 7 anos a marca mais valiosa do mundo: Google!

Porém, mesmo o gigante da web, que nada a passos largos nas buscas, precisa tomar cuidado, afinal, acaba de ser publicada nos EUA a pesquisa mensal da comScore, apontando que de maio para junho o Google sofreu leve perda de terreno no segmento de buscas na web, beneficiando seus principais competidores, Yahoo! e Microsoft.

Segundo a pesquisa, nos EUA o Google caiu de 61,8% em maio para 61,5% mês passado, enquanto o Yahoo ganhou 0,3% chegando a 20,9% em junho e a Microsoft saltou 0,7% ponto chegando a 9,2%.
Aqui no Brasil, no entanto, dados da Predicta apontam que o Google teve crescimento no total de buscas que direcionaram os usuários aos maiores portais do país, às custas dos seus principais concorrentes.
Na categoria notícias e esporte, por exemplo, o Google subiu de 89,1% para 90,8% das buscas, ao passo que o Yahoo! que em maio tinha 5,4% caiu 1,2%. A Microsoft, que tinha 2,5%, caiu 0,5%

Já a soma dos principais buscadores nacionais (Terra, UOL e Globo.com) manteve-se estável com 2,8% das buscas em ambos os meses.

Nota: as buscas no Cadê? contam para seu controlador Yahoo! e as buscas no iG contam para o motor do Google.

A queda do Google nos EUA parece ser irrisória, mas alerto para que isso sirva de lição a todas as empresas: NINGUÉM DOMINA o mercado. Ou se planeja bem ou a concorrência engole.
Estamos na selva onde impera a lei do mais forte, ou na selva do capitalismo, quem tem mais dinheiro e recursos!!

“Quer participar da festa de lançamento do meu livro: PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DIGITAL, em outubro? Mande um e-mail para felipemorais2309@gmail.com e se cadastre.
Enviarei um convite com maior prazer”

Abraços
Felipe Morais

Felipe Morais
Felipe Morais
Publicitário, apaixonado por planejamento digital. Começou a carreira, em 2001, atuando como redator publicitário, passando, em 2003 para a área de planejamento digital, onde atua até hoje, sendo reconhecido como um dos grandes nomes do mercado no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *