Seminário Marketing 360 graus

marca-dagua
Mais uma inovação de Mídia
1 de julho de 2008
marca-dagua
Google Ad Planner
3 de julho de 2008
marca-dagua

Amigos.

Como sabem, sou um grande fã do site Mundo do Marketing o qual acompanho desde o seu início em 2006. Já escrevi diversos artigos que lá foram publicados e graças a isso, meu relacionamento com o Bruno Mello, editor-chefe e criador do site está se tornando muito produtivo para ambos.
Como forma de agradecer ao seu apoio, resolvi publicar hoje – na íntegra – o conteúdo de sua newsletter semanal, entretanto, essa decisão foi tomada por ser um conteúdo muito interessante, escrito após o evento que o site promove, chamado Seminário Marketing 360o, onde vários profissionais de grandes marcas contam seus cases de sucesso.
Estou “enchendo” o Bruno para que esse evento venha para São Paulo (o site é do Rio de Janeiro e por enquanto as 2 versões do evento só foram lá) e ao que tudo indica, no 2o semestre, nós paulistanos, teremos boas notícias.

Choque de realidade e coragem para fazer diferente
Por Bruno Mello
bruno@mundodomarketing.com.br

As 15 palestras do III Seminário Marketing 360 trouxeram à tona diversos assuntos que noticiamos todos os dias aqui no Mundo do Marketing. Conhecer, segmentar e promover experiências dos produtos e da marca com o consumidor permearam todos os debates. Ficou claro também que é preciso ter jogo de cintura, estar muito bem preparado e cercado de informações para convencer os presidentes das empresas a investirem em ações inovadoras. Quando se fala em conhecer o consumidor é conhecer profundamente. Até as questões mais subjetivas de pessoas que estão em constantes mudanças. Quem participou do Marketing 360 confirmou que nunca foi tão difícil fazer Marketing. As ações tradicionais não funcionam mais como antigamente. Isso é fato e até clichê, mas sempre em pauta porque ainda são poucos que arriscam. Ao mesmo tempo, projetos inovadores ganham cada vez mais espaço entre os clientes e são responsáveis por grande retorno em temos de lembrança de marca e venda de produtos. Somente com soluções “fora da caixa” as empresas continuaram conquistando consumidores. Os exemplos de sucesso foram mostrados no Seminário: Mix Music Häagen-Dazs, Roda Skol, Red Bull Air Race, Rádio SulAmérica e uma série de ações que podem ser feitas no dia-a-dia, como o Pit Stop realizado pela Biruta Midias Mirabolantes para a Shell que ganhou o maior prêmio de promoção do mundo ao levar, a um baixo custo, a experiência de um pit stop para os motoristas comuns em plena rua, no sinal. Mais uma vez fazer pesquisa baliza muitas ações diferenciadas. Mesmo que os dados não possam dizer o que vai acontecer no futuro, certamente mostram o que pode ser melhorado. E só assim foi possível enxergar que muitas empresas citadas durante o evento estavam jogando dinheiro fora. E não era pouco. Dezenas de milhões de dólares. Falando em verba, “o tempo do dinheiro farto para os departamentos de marketing está com os dias contados”, constatou o Diretor de Marketing da SulAmérica, Zeca Viera. O grande problema para saber otimizar os recursos e investir em ações diferenciadas está na visão de curto prazo das empresas. “O planejamento de longo prazo impensável para a grande maioria das empresas é o maior dificultador da medição de resultados mais precisos”, garante Alberto Cerqueira Lima, Presidente da Copernicus Marketing Consulting no Brasil.

Criatividade parar gerar impacto e lembrança no público
O Marketing através do celular está alargando os pontos de contato da marca com o consumidor. Como mídia móvel, é possível impactar as pssoas em qualquer lugar e a custos muito baixos.


Leonardo Xavier, Sócio-Diretor da Pontomobi, apresentou as últimas tendências nesse mercado no III Seminário Marketing 360, realizado pelo Mundo do Marketing. “O celular garante uma replicação de conteúdo que pode permanecer por meses, sem qualquer custo adicional. Isso acontece, por exemplo, quando o consumidor usa um jingle como toque do celular, fazendo-o sempre se lembrar da marca, ou quando compartilha conteúdo com outros usuários”, diz Xavier, da Pontomobi, para quem conquistar espaço no celular acabou tornando-se uma oportunidade fundamental. Além das ações que estimulam a participação do consumidor através do envio de SMS, as marcas começam a investir em Bluetooth, oferecendo conteúdo em áudio, vídeo e texto.
A tecnologia permite às companhias enviar publicidade através do celular dee forma cada vez mais criativa.
“Por ainda ser novidade, qualquer ação tem boas chances de garantir resultados satisfatórios. Mas o mercado deve se preocupar com a relevância e qualidade do conteúdo, oferecendo material que continue gerando interesse e estimule os consumidores a compartilhá-lo”, comentou o Sócio-Diretor da Pontomobi, pontuando com diversos cases da agência.

Como competir em um meio excessivamente carregado?
A solução encontrada pela Biruta Mídias Mirabolantes é ser, simplesmente, mirabolante. Para Rafael Liporace, sócio-diretor da agência, só assim é possível atingir o consumidor e fazê-lo lembrar das ações. E o melhor: a um baixo custo. De forma bem humorada, Liporace apresentou diversos cases da agência no III Seminário Marketing 360º, pontuando que hoje o importante é que o Marketing apresente conteúdo relevante. Sem restringir-se a conceitos do Marketing, Liporace mostrou trabalhos que variam desde ações teatrais em pleno trânsito, como a feita para a Shell que simulou o pit-stop da Ferrari nos carros que paravam no trânsito, ou a de mídias alternativas, como projeção em espelhos, prédios e até guardanapos. “Em uma ação de conscientização sobre o trânsito e o consumo de álcool, colocamos “anjos” antes e depois das festas noturnas alertando sobre o risco. Além disso, colocamos manetas falsas nos carros com o aviso: se você usou a maçaneta errada, passe a direção para seu amigo”, conta Liporace. Muitas dessas ações geraram repercussão em mídia televisiva e imprensa. “Os prêmios, lucro, tudo isso é muito bom, claro. Mas é muito emocionante ver o trabalho esforçado de uma equipe gerar impacto nas pessoas. Por conta disso, dizemos na agência que o nosso limite só vai ser quando uma dessas ações levar a gente preso”, brinca o sócio-diretor da Birutas.

O Marketing de Guerrilha cresce e aparece literalmente.
Provas de que o negócio dá resultado é a marca Google, que nunca fez um comercial sequer. De acordo com Gustavo Fortes, sócio-fundador da agência Espalhe, esta é a nova tendência de comunicação diferenciada. “Seja on-line ou off-line, a propaganda é muito chata. Ninguém mais aguenta”, acredita Fortes. O contexto que permite a existência do Marketing de guerrilha é baseado na revolução da comunicação. E esta revolução tem aliado de peso que chama cada vez mais os usuários para a guerrilha, que é a Internet. Um indício de que esta revolução vem de baixo para cima é o Napster, que foi feito por um garoto de dezenove anos, sem formação e não por uma empresa grande. O que o Marketing de guerrilha prega é a proximidade entre marca e consumidor. Enquanto a propaganda ressalta que uma marca, empresa, produto ou serviço é o melhor a web pergunta – Quem disse isso? A guerrilha aposta sempre no conceito viral e hoje é cada vez mais comum as pessoas buscarem opiniões de um amigo. “Prefiro o conselho de quem está perto do que acreditar que o shampoo da TV vai fazer meu cabelo ficar igual ao do modelo”, diz Gustavo Fortes no III Seminário Marketing 360º. As principais armas de guerrilha são os pequenos grupos que geram energia e criatividade, os métodos não-convencionais, agilidade na resposta e ações que fazem as pessoas falarem. “O objetivo é o boca-a-boca, e esse é o nosso negócio”, afirma. O Skype é um serviço que gera o boca-a-boca natural e nunca precisou fazer propoaganda porque o serviço agrada o usuário e ele conta isso para a sua rede de amigos. Empresa que fez boca-a-boca amplificado foi a Daspú. Este foi um case de criatividade de guerrilha porque quando pensaram em um nome para a associação de prostitutas, usaram um nome que as pessoas falam. O III Seminário Marketing 360º é patrocinado pela Copernicus Marketing Consulting, Sun-MRN, TNS InterScience e Dinamize.

“Quer participar da festa de lançamento do meu livro: PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DIGITAL, em outubro? Mande um e-mail para felipemorais2309@gmail.com e se cadastre.
Enviarei um convite com maior prazer”

Abraços
Felipe Morais

Felipe Morais
Felipe Morais
Publicitário, apaixonado por planejamento digital. Começou a carreira, em 2001, atuando como redator publicitário, passando, em 2003 para a área de planejamento digital, onde atua até hoje, sendo reconhecido como um dos grandes nomes do mercado no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *