Sim, as pessoas consultam na web!!

marca-dagua
Dica da semana
7 de agosto de 2009
marca-dagua
Quando um banner deve ser trocado?
12 de agosto de 2009
marca-dagua
Amigos.

Ontem eu escrevi um novo artigo para o site O melhor do marketing, falando sobre mídia online; não é o meu foco, mas eu já trabalhei com isso e confesso que gosto bastante. Nesse artigo (que será publicado na 4a feira e divulgado aqui) eu falo sobre quando as campanhas precisam trocar as peças para melhorar a performance do banner; pegando esse gancho quero falar sobre uma pesquisa publicada hoje no site AdNews (excelente fonte de referência do meio publicitário) sobre o comportamento do usuário de web!

Existem ainda muitas empresas que não sabem trabalhar na web, que vem se tornando uma IMPORTANTE ferramenta de comunicação, interação e relacionamento.

Muitas empresas acreditam que o click no banner é o suficiente para dizer que a campanha teve sucesso; ERRADO. O Click é importante, mas é mais importante que os sites tenham conteúdo para “prender” o usuário; e mais importante ainda que esse usuário converta dentro do site, seguindo os objetivos de cada marca.

Vendas em um site são importantes, claro, é uma nova fonte de renda para a empresa. Se um site possui 4 mil acesso por mês (estou falando em acessos bem baixos), partindo da premissa que são 4 mil pessoas que sentadas em suas máquinas, abriram o browser e digitaram a URL, significa que são 4 mil interessadas nos produtos daquela marca (contando que essa marca não gaste 1 centavo em nada de mídia online, redes sociais, links patrocinados…) então, se tem 4 mil pessoas interessadas naquela marca, porque não vender naquele canal?

Mas a pesquisa feita pela agência F/Nazca e DataFolha e publicada no AdNews mostra que nem só vendas podem ser feitas pela web: Antes de comprar, 60% dos brasileiros acessam o site da loja e 58% consideram opiniões de internautas na web (ante a 48% desde dezembro de 2008).

Eu sempre digo que brasileiro é o povo mais apaixonado por Redes Sociais e essa pesquisa mostra que 58% consideram opiniões de outros internautas, ou seja, pesquisam em blogs, comunidades, conversam pelo MSN

Ou seja, não basta ter apenas um site na web. É preciso saber como trabalhar, como reter o seu público e como fazer com que ele converta. É nessa hora que o trabalho do profissional de PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DIGITAL aparece, e se bem feito, as marcas terão grandes benefícios.

Mesmo que não venda online, tenha em mente, que é muito importante ter um site atual, com conteúdo e pensado para o USUÁRIO e não para satisfazer desejos da empresa.

Na web, quem manda é o usuário. Ou a empresa se adequa a isso, ou vai perder muito mercado para a concorrência que já percebeu.

Já está a venda o meu livro PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DIGITALpela Ed. Brasport (www.brasport.com.br). Adquira já o seu!

Acesse a 1a Rede para Planners Digitais e se cadastre – pedigital.ning.com

Abraços
Felipe Morais
@plannerdigital

Felipe Morais
Felipe Morais
Publicitário, apaixonado por planejamento digital. Começou a carreira, em 2001, atuando como redator publicitário, passando, em 2003 para a área de planejamento digital, onde atua até hoje, sendo reconhecido como um dos grandes nomes do mercado no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *