Tendências de comportamento

marca-dagua
21 de junho de 2010
marca-dagua
Revolução das Mídias Sociais
27 de junho de 2010
marca-dagua
Amigos

Recentemente o Portal Mundo do Marketing publicou um estudo sobre 7 novas tendências de consumo; o estudo foi feito pelo Observatório de Tendências da Ipsos feita em várias capitais
do mundo.

Segundo matéria do portal, o objetivo dessa pesquisa é “captar tendências de consumo nas principais capitais do mundo, identificando e analisando os movimentos e fenômenos observados em nível macroeconômico, político e social e seus reflexos no consumo, no comportamento, nas manifestações culturais, na arquitetura e na propaganda”.

São nos quesitos consumo e propaganda que nós profissionais de planejamento estratégico digital temos que estar bem atentos, afinal uma das nossas buscas é entender o comportamento do consumidor, no quesito de como ele compra e como faremos uma estratégia de comunicação relevante para impactar esse consumidor e claro, fazer com que ele consuma os produtos das marcas com as quais estamos trabalhando.

Claro, essa é uma das buscas dos profissionais de planejamento, eu diria que é a busca central que permeia nossas outras pesquisas como entender a concorrência, mercado e o no caso de planners digitais (como eu) o mundo da web.

Segundo a pesquisa, os 7 perfis podem ser denominados da seguinte forma:
Go Bubbles, HiperSense, Venus Fever, Living Well, ID Quest, My Way e Know Your Rights

GO BUBBLES: Pessoas que desejam tudo ao mesmo tempo agora; por um lado esse indivívuo tem acesso ilimitado a informação por outro ele não tem tempo ou ferramentas para consumir todo esse volume. Percepção de excesso começa a ser incômoda a essa perfil. A web tem papel fundamental
na construção desse perfil ao mesmo tempo que entendemos que a web produz milhares de novos conteúdos a cada segundo. Esse perfil está conectado a web, mas não ligado a todo o conteúdo. Ele filtra e seleciona o que deseja ver. Conecta aos “microcosmos” em que vive e se sente bem.

HIPERSENSE: Ser o diferente. Ousar, surpreender e ser supreendido. Sair do local comum. Desafios que aumentam sua adrenalina. Sensação de ser observado e ser o centro das atenções. Quer observar, entender. Desejo de se manifestar faz desse perfil um produtor de conteúdo que pode em alguns casos ser um formador de opiniões. Esse perfil gosta de maximizar todos os seus sentidos e expor isso a sua comunidade.

VENUS FEVER: Mudança na cultura do tradicional “homem e mulher” Não existe mais a mulher dona de casa e o marido “machão”. A mulher não teme mais sua posição conquistada. Ela pode ser uma grande executiva sendo líder de dia e uma mãe carinhosa e afetuosa com filhos e marido; o homem se deu a liberdade de ser mais sensível, parceiro e vulnerável. As emoções se afloram. As pessoas são como são e não tem mais medo disso. O casal de completa, se ajuda, cresce junto.

LIVING WELL: Preocupação com o “Bem Estar”. Livre de cobranças e exigências sociais. Vive como acredita que tem que viver. Cuida e se preocupa consigo mesmo, mas do que com qualquer outro assunto, mas não deixa de lado a ajuda ao próximo. Valoriza o momento presente, sem esquecer que a vida é longa.

ID QUEST: Valoriza a memória afetiva. Busca proteção nas redes de segurança. Busca do “quem sou eu” e sabe que o “eu” é formado por várias partes emocionais. Valoriza amigos e nçao importa qual o contato que tem com esse amigo (físico ou virtual). Valoriza amigos mais próximos em momentos difíceis. Se culpa pelo distanciamento com amizades que acreditam ser sólidas. Objetos são usados como pilares na busca pela sua identidade, que entende ser montada por várias frentes

MY WAY: Meu jeito em tudo. Customização como diferenciar-se perante a sociedade. Indústria tem como tendência a customização de produtos. Quero isso do meu jeito e agora. Querem participar dessa customização, fazer do seu jeito, ser o produtor. Uma a criatividade para transitar em vários estilos, atitudes e comportamentos. Quer ser único mas ser múltiplo, camaleão, age conforme o movimento mas do seu jeito.

KNOW YOUR RIGHTS: Consumir é existir, mas tem suas peculiaridades. Consome de forma ética, crítica e sofisticada. Critica o capitalismo das grandes corporações e não adere a consumos excessivos. Tem em mente o consumo responsável. Usa a rede de contatos para manifestar-se contra empresas com as quais não concorda. Compra em excesso pode comprometer imagem pessoal. são consumidores complexos e críticos.

E você se encaixa em algum desses perfis?
Lembro certa vez conversando com um professor de psicologia do consumo da Pós que fiz na Metodista, ele dizia que sempre que sai pesquisas como essas as pessoas ficam lendo, endo até achar o perfil com o qual se encaixa e como quase nunca acham, se frustram achando que são diferentes ou “fora da sociedade”. Ele defendia que as pessoas tem um pouco de cada um dos perfis só que esses estudo apenas focam em uma determinada qualidade. Eu mesmo, analisando pertenço a uns 3 ou 4 perfis.

O que importa para nós, planners digitais, é entender como podemos entender cada um dos perfis e trabalhar uma estratégia eficaz na comunicação com esses públicos. São através de pesquisas que entendemos como o nosso público-alvo pertence a esses comportamentos.

O interessante desses perfis é ver como as pessoas querem se relacionar em redes, como elas se importam em ser aceitas pela sociedade em que vivem e como cada vez mais as Redes Sociais como Orkut, Twitter e Facebook ganham importância nessa necessidade de se relacionar e ser aceito, algo que Maslow já previa em seus estudos a mais de 100 anos atrás.

Tendências de comportamento são assuntos altamente relevantes para nós, planners. Temos que ficar atento a tudo pois somos nós que devemos entender a “cabeça do consumidor” e como as marcas que trabalhamos podem se relacionar com essas pessoas. Lembre-se que relacionamento gera vendas e não o contrário!

Já está a venda o meu livro PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DIGITAL (Ed. Brasport) Adquira já o seu!

Participe da 1a rede para Planners Digitais do Brasil.

Abraços
Felipe Morais
@plannerfelipe

Felipe Morais
Felipe Morais
Publicitário, apaixonado por planejamento digital. Começou a carreira, em 2001, atuando como redator publicitário, passando, em 2003 para a área de planejamento digital, onde atua até hoje, sendo reconhecido como um dos grandes nomes do mercado no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *