Web na tomada? Realidade ainda esse ano…

marca-dagua
Portabilidade estréia hoje em São Paulo
2 de março de 2009
marca-dagua
Conheça a Studiocom
4 de março de 2009
marca-dagua
Amigos.

A entrada da Internet na vida das pessoas está começando a ficar cada dia mais fácil. E isso é uma boa notícia para quem trabalha com planejamento estratégico digital, como eu.

Aqui em São Paulo, há diversos lugares da cidade onde não há estrutura para instalação de internet banda larga; isso faz com que as empresas como Net e Speedy percam clientes e o número de usuários não consiga crescer. Se isso acontece em São Paulo, imagina no interior do Nordeste, onde infelizmente não tem – em muitos lugares – nem saneamento básico!

Esse fator faz com que as pessoas de diversos cantos do país só consigam acessar a web pelo telefone, uma vez que as estruturas já estão prontas para esse aparelho. Mas o acesso é lento e caro, faz com que as pessoas desistam.

Mas como sempre há um jeito para tudo, a Anatel está estudando e já testando a possibilidade de oferecer a internet pela rede elétrica, ou seja, as pessoas poderão acessar a web ligando um aparelho na tomada e esse no computador ou roteador.

O sistema de web pela rede elétrica utiliza tomadas residenciais como pontos de rede, se conectadas a um modem. O serviço terá transmissão por meio de um fio elétrico e chegará aos domicílios pela caixa de energia; facilitando a penetração da web em regiões onde não há estrutura conforme disse no começo desse post.

Isso para nós, planejadores digitais, é uma grande notícia, pois é certeza de que muito mais pessoas estarão acessando a web. Isso vai refletir não somente no aumento de 40 para 70,80 milhões de usuários nos próximos 2 ou 3 anos, mas também (e anunciantes abram o olho para isso) muito mais pessoas estarão convergendo com a web, comprando, clicando, mandando e-mails, falando no MSN; ou seja, se hoje para muitos a web é essencial, em poucos anos para MILHARES ela será imprencindível!!!

Já dizia o velho ditado: “onde há fumaça, há fogo”, logo, onde há potenciais consumidores há anunciantes dizendo: “Compre meu produto, ele é o melhor”. E sempre tem pessoas que acreditam nessa frase.

Com a web, a facilidade na compra é tão grande, que as chances de uma pessoa clicar no banner e comprar são maiores do que ela ver uma propaganda na tv, pegar o carro ir até o Carrefour e comprar o sabão em pó.

Segundo o site Adnews: De acordo com a Conselheira da agência Nacional de Telecomunicações, Emília Ribeiro, o relatório sobre a regulamentação do serviço estará pronto até março. Algumas empresas como a AES Eletropaulo já iniciaram testes da nova tecnologia em cerca de 150 residências na capital paulista. Segundo a empresa, R$ 20 milhões já foram gastos na experiência.

Agora espero que as marcas começem a repensar o seus planejamentos de marketing, começem a ver que a web não é simplesmente um local para “adolescentes ficarem jogando games e batendo papo”; mesmo porque em recente pesquisa publicada na revista Veja (e que vou escrever em breve aqui) mostra que muitos pais pedem a opinião do filho para comprar produtos eletrônicos…

Anunciantes.. a web está ai! Só você que não viu ainda!

“Quer participar da festa de lançamento do meu livro: PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DIGITAL, em Abril? Faça como muitas pessoas, mande um e-mail para felipemorais2309@gmail.com e se cadastre. Enviarei um convite com maior prazer”

Abraços
Felipe Morais


Felipe Morais
Felipe Morais
Publicitário, apaixonado por planejamento digital. Começou a carreira, em 2001, atuando como redator publicitário, passando, em 2003 para a área de planejamento digital, onde atua até hoje, sendo reconhecido como um dos grandes nomes do mercado no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *