Grupo Soma compra Hering

como-fazer-rebranding
Como fazer rebranding
22 de abril de 2021
Airbnb-fortalece-o-branding
Airbnb fortalece o branding
3 de maio de 2021
Grupo-Soma-compra-Hering

Grupo Soma compra a Hering foi a notícia que mexeu com o mercado no fim de Abril de 2021. A gigante do varejo, que cresceu com a famosa “camiseta branca Hering” que virou sinônimo de categoria, agora pertence a um dos maiores grupos do varejo de moda do país, dona de diversas marcas, entre elas Animale e Farm.

A Cia. Hering, já estava à venda. No começo de Abril, a Arezzo, tentou uma aquisição da marca por R$ 3,2 bilhões, porém, a marca recusou a proposta. Quando se esperava uma nova investida da Arezzo, veio, nesta segunda-feira (26), o balde de água fria com a confirmação de que o Grupo Soma havia adquirido a Cia Hering por R$ 5,1 bilhões, valor 59% maior, do que a Arezzo, que vale lembrar, comprou a marca Reserva recentemente.

Pagamento em ações e dinheiro

Segundo o portal Info Money, a transação se deu da seguinte forma: cada acionista da companhia Hering irá receber – após dez dias úteis contados do fechamento da operação – R$ 9,630957 em dinheiro, a ser pago à vista, em parcela única, além de 1,63 ação ordinária de emissão do Grupo Soma. Considerando a cotação do último fechamento da Soma, a transação avalia a ação em cerca de R$ 32,54, 90% acima do valor das ações da Hering antes de ser revelada a oferta feita pela Arezzo.

O Soma, que negocia a 30 vezes o lucro estimado para este ano, está pagando cerca de 23 vezes o lucro normalizado da Hering — a companhia lucrou R$ 220 milhões/ano nos três anos anteriores à Covid. O múltiplo não inclui sinergias de custo e de receita — estimadas em cerca de R$ 200 milhões por ano — nem as expectativas do turnaround da empresa, que a Hering espera começar a colher nos próximos trimestres.

Consumidor sai ganhando?

Para a CNN, Alberto Serrentino, consultor e fundador da Varese Retail disse que “o consumidor ganha, porque o grupo Soma tem uma maturidade digital maior que a da Hering, o que deve acelerar sua digitalização. Isso beneficia o consumidor, porque há aprendizados de lado a lado que tornarão ambos os negócios mais relevantes para o cliente final”, ou seja, vamos ver mais um varejista aderindo efetivamente a Transformação Digital, tão falada por muitos, e executada por poucos.

Enquanto a maior parte das vendas da Hering ainda vem do varejo tradicional, suportado por uma rede – ao final do ano passado – com 758 lojas no Brasil e 20 no exterior, a Soma tem uma operação digital mais madura. Dentro do grupo, que tem bem menos unidades físicas – eram 247 lojas próprias e 17 franquias em 31 de dezembro –, a receita do comércio eletrônico somou R$ 666,2 milhões em 2020. Na Hering, o e-commerce contabilizou R$ 181 milhões no período.

Grupo Soma compra Hering

Não se trata de uma jogada do varejo, mas sim, de uma tendência que estamos vendo, ainda mais no universo da moda, cada vez mais, veremos menos marcas independentes, sendo essas adquiridas por grandes conglomerados da moda como o Soma o é, conforme você pode ver abaixo, o grupo é dono de algumas marcas:

Grupo-soma-marcas

 

Grupo Soma faturou 1,24 bi em 2020

Com sede no Rio de Janeiro e mais de 5 mil funcionários, o Grupo Soma é dono de um amplo leque de marcas. As duas mais famosas e rentáveis são a Farm, que registrou faturamento bruto de R$ 614,4 milhões em 2020 e a Animale com R$ 398 milhões. Completavam o portfólio da empresa ao fim do ano passado as grifes A.Brand, Cris Barros, Fabula, Farm Global, Foxton, Maria Filó e Off Premium, que contemplam públicos feminino, masculino e infantil.

O grupo estreou na Bolsa de Valores no último mês de julho, após levantar R$ 1,82 bilhão com a oferta inicial de ações. No prospecto apresentado a investidores, revelou que pretendia utilizar os recursos obtidos para, entre outros objetivos, adquirir novas marcas. Três meses depois, em outubro, anunciou a compra da grife de moda feminina NV, que faturou R$ 157 milhões em 2020. No ano passado, o faturamento do grupo foi de R$ 1,24 bilhão superior à da Cia. Hering, que foi de R$ 1,07 bilhão. 

 

Felipe Morais
Felipe Morais
Publicitário, apaixonado por planejamento digital. Começou a carreira, em 2001, atuando como redator publicitário, passando, em 2003 para a área de planejamento digital, onde atua até hoje, sendo reconhecido como um dos grandes nomes do mercado no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *