Marketing 5.0

Metaverso. Onde você vai viver e trabalhar em breve
Metaverso. Onde você vai viver e trabalhar em breve
15 de dezembro de 2021
3 lições de branding no filme da Gucci
3 lições de branding no filme da Gucci
7 de janeiro de 2022

Marketing 5.0 é o novo livro de Phillip Kotler e para desespero dos Xoxialmedia, o ele não só está na ativa, como continua ditando os rumos do marketing mundo à fora, com suas pesquisas e cases de sucesso.

Não, amigo ou amiga Xoxialmedia que cria campanha lacradora com influenciadores para fazer cliente perder dinheiro, não é o seu conhecimento em fazer post que dita os rumos do marketing. O marketing 5.0 não é teoria, é prática, mas pedir para Xoxialmedia ler livro é quase um crime.

Kotler não conhece a galerinha da Faria Lima lacradora, aqueles que passam o dia debatendo a importância dos signos na vida delas, mas não lê um artigo de 10 linhas para aprimorar conhecimento; Kotler mal sabe o que é lacrar nas Redes Sociais, mas ele sabe muito de um tema que vocês acham que sabem: marketing.

Diferente de vocês, ele estuda, e muito todos os dias. Dá aulas e palestras nas maiores faculdades do mundo e é considerado uma das 10 pessoas mais influentes no mundo dos negócios, você, bem, você sabe lacrar e fazer post usando banco de imagens free.

Digo isso, pois quando ele lançou o livro Marketing 4.0 eu fiz um post no meu Facebook segurando o livro e veio uma enxurrada de xoxialmedia tirar sarro, uma disse que o Kotler não igual Harry Porter que precisa ler todos os livros, eu deletei esse post rapidamente para a pessoa não passar vergonha, mas como tinha trabalhado com ela, sabia da sua carreira: fazedora de post.

Os absurdos que li, geraram um artigo que teve uma enorme repercussão, felizmente, 99% o apoiando e 1% dos Xoxialmedia revoltadinhos, chamei o artigo de “o dia em que Kotler morreu“. Vale a leitura.

Você já se reinventou hoje?

Uma regra é básica, para se dar bem na profissão de marketing é preciso se reinventar o tempo todo, e o motivo é simples, as pessoas mudam muito e graças a tecnologia, em uma velocidade muito superior as décadas de 80 e 90. Acha que o Kotler tem o mesmo discurso da década de 60?

Ele se atualiza, se reinventa e traz insights poderosos para o mundo dos negócios, insights esses que estão nos livros dele, que os Xoxialmedia fogem como o diabo da cruz. Marketing 5.0 é uma aula do que está por vir. E isso vem rápido!

O TikTok que até ontem era desconhecido no Brasil já se aproxima do 1 bi de contas ativas. A plataforma de danças questionáveis, na minha opinião, tem se tornado um canal importante para as marcas, mas claro, ele é um e não o canal de comunicação. Essa diferença entre um e o faz uma enorme diferença entre o marketing raiz X marketing nutella.

Recentemente tive uma conversa com o CEO de uma importante empresa. Ele me disse que estava chateado com a agência dele, pois eles tinham feito uma campanha no Linkedin e no Facebook e não tinha dado resultado.

Quando questionei se ele tinha feito apenas essa campanha, a resposta foi sim, o problema está ai, não é mais como antigamente que uma página dupla na Veja fazia chover clientes, é preciso uma constância na comunicação, ter Rede Social ativa, um site bacana, um canal ativo no YouTube, mas acima de tudo, uma marca que fale com as pessoas.

Isso, Xoxialmedia, não se faz do dia para a noite e muito menos com um post.

Marketing 4.0

No seu livro Marketing 4.0, que concordei quando disseram que ele demorou a lançar, foram quase 10 anos entre e excelente 3.0 para o 4.0, Kotler já falava do uso da tecnologia para a comunicação, no Marketing 5.0 ele deixa isso o mais claro possível.

E ele estava certo, a tecnologia ganhou uma força na vida do marketing como nunca antes visto. Gosto muito de um PodCast que a sensacional Daniela Cachich fala sobre como os dados retroalimentam as decisões de marketing das empresas que ela opera, lembrando que ela já foi VP da Heineken Brasil e Pepsico Brasil, hoje preside uma área da Ambev.

Nas operações que tenho entrado com a FM CONSULTORIA, os profissionais de BI são essenciais para que o planejamento de marca e comunicação que eu comando possam fazer sentido para o cliente.

Hoje, eu vejo os profissionais de criação e BI muito mais próximos do planejamento do que antes, e o BI fazendo a ponte entre o mídia e o planejamento.

A comunicação ganha mais força, o post do Instagram, quanto mais embasado, melhor será, mais resultados dará mesmo que a verba seja pouca – desculpa preferida dos Xoxialmedia – pois a verba é importante para impactar milhões de pessoas, mas a mensagem é mais importante.

O São Paulo FC, meu time do coração, tem um perfil no Facebook com 6,5 milhões de pessoas. O que adianta gastar 5 mil reais, para impactar a todos, oferecendo uma camisa do Palmeiras ou Corinthians? Parece óbvio, né? Mas no dia a dia das agências não é bem assim.

Visão de Ulisses Zamboni

Lendo o artigo do meu ex-professor e ex-chefe, Ulisses Zamboni, a quem tenho um enorme carinho, respeito e com quem aprendi muito, sobre o livro do Kotler, me deparo com uma frase interessante do Uli “Kotler prediz que a revolução digital se coloca como ambiente inexorável da transparência e de relações diretas entre iguais – marcas e gente – portanto, coloca as marcas como uma interlocutora diplomática dessa relação. As marcas passam a ser intermediadores nas conversas”. O que você acha disso?

Uli, na minha visão, quer dizer que as marcas agora estão mais abertas ao diálogo, e não é apenas com enquete no Facebook ou com os comentários no post do Instagram, é mais do que isso, e claro, é sair do discurso para efetivamente colocar o consumidor no centro de tudo.

O vetor mudou, Steve Jobs não criou um celular, como diz meu querido amigo Rafael Rez, “ele colocou um computador na mão das pessoas”, o poder está cada dia mais na mão delas!

Marcas precisam conhecer mais as pessoas para saber como dialogar mais com elas. Um dos grandes aprendizados que tive na Miami Ad School, onde tive aula com grandes feras, entre elas o Ulisses, é que a comunicação é como um namoro, é preciso conhecer a fundo a pessoa para saber como seduzi-la. Acha mesmo que seu post no Instagram vai seduzir?

Não! O que vai seduzir é a pessoa estar em casa e receber um produto que ela não comprou, mas que pesquisou tanto que a Amazon resolveu enviar para a casa da pessoa e ela precisa apenas apertar o OK na notificação que recebeu no aplicativo para aceitar o produto e o valor ser debitado em seu cartão.

Acha isso futurista? A Amazon estuda isso nos EUA há pelo menos uns 4 anos.

Marketing 5.0

Dando uma sequencia ao que Kotler propôs no Marketing 4.0, onde a tecnologia estaria cada vez mais presente na nossa vida, o 5.0 ele traz como a Inteligência Artificial e Internet das Coisas poderá mudar ainda mais a vida como a conhecemos.

O Alexa da sua casa é apenas o começo de uma tecnologia que assim que o 5G estiver disponível, a partir de Junho de 2022, será uma das maiores revoluções do mercado. Acender a luz da sua casa usando o Alexa é uma pequena possibilidade dentro de um mundo que está se abrindo com o 5G e todo o 5.0 que o Kotler prega.

Metaverso. Onde você vai viver e trabalhar em breve

E se prepare para o metaverso, que se em 2006 com o Second Life nos deu um gostinho, agora, será uma ferramenta muito poderosa, a ponto de (Alerta Spoiler!!!!) ser o tema do livro que começo a escrever esse mês ainda.

Já estamos experimentando, aos poucos, alguns pontos da Internet das Coisas e Inteligência Artificial, mas ainda muito pouco. O reconhecimento facial para pagar uma conta, por exemplo, tende a ser uma mudança que os bancos tradicionais ainda estão estudando, mas os digitais já tem isso nativo.

A rapidez da tecnologia vai mudar, de uma vez, a dinâmica morosa das grandes instituições, ou age rápido, ou uma startup acelerada por uma faculdade de tecnologia vai derrubar sua mega corporação. A velocidade ganhou uma importância nas operações nunca antes vista, é como dizem, é mais fácil uma lancha mudar o rumo do que um transatlântico, mas é preciso mudar e rápido.

Saiba que o Marketing 5.0 de Kotler está longe de ser uma teoria para vender livro, você já está vivendo sem perceber essas mudanças. Há 15 anos atrás, se o meu São Paulo fizesse um gol, eu teria que esperar chegar em casa para ver o gol em algum programa esportivo ou jornal da noite, hoje, eu vejo minutos depois em um grupo de WhatsApp; na década de 90, se você encontrasse seu artista favorito na rua, pedia um autógrafo, hoje é uma Selfie.

Esses pequenos exemplos acima citados, são apenas para mostrar que a revolução ocorre, há uma velocidade que não paramos para questionar, apenas nos adaptamos. Quer uma dica? Compre o livro Marketing 5.0 do Kotler agora mesmo!

Ah e se você esperava um resumo do livro aqui, desculpe, mas esse blog é para quem gosta de estudar…

Livro Marketing 5.0

Felipe Morais
Felipe Morais
Publicitário, apaixonado por planejamento digital. Começou a carreira, em 2001, atuando como redator publicitário, passando, em 2003 para a área de planejamento digital, onde atua até hoje, sendo reconhecido como um dos grandes nomes do mercado no Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.