Metaverso. Onde você vai viver e trabalhar em breve

5 respostas para você fazer marketing digital das PME
5 respostas para você fazer marketing digital das PME
2 de dezembro de 2021
marketing 5.0
Marketing 5.0
5 de janeiro de 2022

Metaverso, onde você vai viver e trabalhar em breve é o que você vai ler nesse artigo. A ideia é passar aqui o que pude anotar no pouco mais de 2h de papo e reflexões que Walter trouxe para os mais de 500 profissionais presentes e 3 mil online no evento.

Essa foi uma das perguntas que o evento comandado por Walter Longo, no último dia 15 de Dezembro, no WTC em São Paulo. Quem aqui me acompanha ou tem um dos meus livros (Planejamento Estratégico Digital; Planejamento de Marcas no Ambiente Digital; Transformação Digital) sabe que eu sou um grande fã do Walter.

Metaverso, vai impactar muito o cenário da educação, ainda mais em um mundo que cresce em uma velocidade exponencial. Por coincidência, no mesmo dia do evento estava lendo o livro Plataformas e no capítulo que estou, fala sobre como a educação deverá ganhar com o ecossistema e tecnologia. Metaverso, onde você vai viver e trabalhar em breve é a grande reflexão que Walter nos trouxe.

Walter trouxe a reflexão das crianças não mais vendo o professor falando, mas via óculos de realidade aumentada poderem vivenciar o que estão ensinado para eles; enquanto a figura do professor, importantíssima na sala de aula, conta sobre o período medieval, o Metaverso mostra para aos alunos como realmente era.

Metaverso é novidade?

O Metaverso não é uma novidade, as Redes Sociais foram os treinos para essa tecnologia; lá é onde as pessoas são o que desejam e não o que são. É no Metaverso que as pessoas são o que elas querem ser, é lá que as pessoas se inspiram.

Dificilmente as pessoas estão felizes com quem são. O ser humano sempre quer ser mais. É nas Redes Sociais que as pessoas constroem seus mundos perfeitos no Metaverso, porém, segundo Walter isso pode ser perigoso no momento em que “nós não vamos mais diferenciar o mundo real e o virtual em alguns anos…” e ele pode ter razão.

A Accenture criou o “NTH Floor” onde seus mais de 500 mil colaboradores se tornam avatar e podem interagir no espaço digital da marca. Reuniões onde todos estão em suas casas, em cidades ou países diferentes e podem interagir em forma de avatar.

A palavra meta é ir além. Um universo maior da experiência humana, esse é o conceito do Metaverso. Metaverso, onde você vai viver e trabalhar em breve é essa experiência que as marcas podem trazer, de forma on e offline para as pessoas. O Metaverso não é algo online, é algo que foque no Omnichannel.

O propósito corporativo é uma grande necessidade das marcas; está na hora delas sairem do momento de “qual mercado atuamos” para o momento “quais os sonhos as marcas vão realizar”? Isso é um diferencial que o Metaverso vai trazer para o mercado publicitário.

Cases de sucesso:

  • Nike já está no Metaverso com o Crypto Sniker.
  • Mercedes-Benz e Rolls-Royce tem grande presença no universo
  • A Gucci fez uma bolsa apenas para o Metaverso e vendeu por 4 mil dólares e está fazendo desfile online no Metaverso e lançando coleções exclusivas para avatares
  • A Coca-Cola vendeu uma geladeira física no Metaverso
  • A Aglet lança tênis no Metaverso, os que tem mais sucesso eles lançam no mundo físico
  • Lacta e Consul tem lojas online em 3D
  • Singapura criou sua própria versão online onde as pessoas podem comprar e vender terrenos

Esses são os sonhos que as marcas podem trazer para a vida dos avatares.

Coca-Cola

O mercado de game explodindo no mundo

O mercado que deve movimentar mais de 300 bilhões de dólares ao ano em 2023, devem ser a mola propulsora do Metaverso. Empresas de games já estão ampliando suas atuações, no cinema, brinquedos e shows no Metaverso, como é o caso do Fortnite que tem atraído marcas para interagir dentro do seu conceito de game.

O CEO da Netflix afirma que ele não se preocupa tanto com a Apple TV, Disney+ ou Amazon Prime como se preocupa com o game citado acima, o Fortnite, que está criando um ecossistema com enorme potencial a nível mundial.

Apple-versus-Fortnite

Metaverso, onde você vai viver e trabalhar em breve. Perceba que até gigantes como a Netflix estão preocupados com esse novo universo. Não ache que isso será mais um conceito que vai passar batido; o Metaverso já existe, já tem milhões de pessoas lá e o comércio que ali circula já passa do bilhão de faturamento.

Chegou a vez do Second Life?

Em 2007, no Brasil, explodiu o Second Life. Com pouco mais de 40 milhões de pessoas acessando a Internet no país, naquele ano, o projeto, na minha visão, não decolou por causa da baixa qualidade da internet no pais.

Estamos em 2021, a qualidade está bem melhor que de 2007, mas ainda aquém do que poderia ser. O 5G, trará muito mais do que uma Internet mais rápida, porém, isso é um reflexo dessa tecnologia, que vai potencializar o universo digital no país.

O Second Life é uma versão 1.0 do Metaverso e tem chances de crescer em 2022 no Brasil, com uma tecnologia melhor, gráficos melhores e mais próximo a realidade, algo que as pessoas buscam: avatares que sejam o mais próximo a realidade.

O que as pessoas querem no Metaverso?

Metaverso, onde você vai viver e trabalhar em breve é preciso entender que as pessoas, como sempre, estão mais ágeis do que as marcas. Walter Longo, em seu livro “Comunicação e Marketing na Era Pós Digital”, para mim seu melhor livro diz que “com relação a tecnologia, as pessoas estão andando de Ferrari, as marcas de carro 1.0”. E ele tem razão nisso!

As pessoas, no Metaverso, querem ser o que não são na vida real

No Metaverso podemos ser quem quisermos. Se você tem mais de 35 anos, fatalmente usou o Chat do UOL para arrumar um encontro. Cerca de 99% dos homens tinha 1,80m, olhos verdes, pele bronzeado e sarado; quando na verdade estavam bem longe desse biotipo. Trago esse exemplo para deixar claro o que digo aqui, baseado nas reflexões que Walter Longo nos trouxe no evento “Metaverso, onde você vai viver e trabalhar em breve”.

precisamos-provocar-mais-nossos-clientes

As pessoas querem ter outra vida

9 em cada 10 pessoas querem ter uma outra vida. Faça uma reflexão a si mesmo. Claro que há coisas excelentes e ruins na sua vida, como na vida de 7 bilhões de pessoas pelo mundo. Mas pense: está satisfeito com seu cargo? Salário? Relacionamentos? Onde mora? Com seu carro? No Metaverso você pode ser casado com a modelo internacional ou com o ator de Hollywood; pode dirigir os mais caros e velozes carros do mundo, morar em uma cobertura de frente para o mar no Sul da Itália, por exemplo.

Nunca estão satisfeitos

E isso pode impulsionar as mudanças, aliás é o que move as pessoas. A eterna busca por algo novo e pelo desafio que a vida nos traz. Quem está acomodado terá sempre aquela vida pacata e monótona.

Fingem ser diferente do que realmente são

Seja na paquera ou em uma entrevista de emprego, nem sempre somos 100% sinceros, a começar que em nenhum dos dois momentos falamos dos nossos defeitos, já começa por ai. No Metaverso é assim, tal qual como mencionei no Chat do UOL.

aumento-do-investimento-no-digital

Metaverso, onde você vai viver e trabalhar em breve

O Metaverso tem a missão de unir os mundos online e offline. O Avakin Live é um representante do Metaverso importante. IMVU é outro canal a ser analisado com calma, pois a perfeição dos avatares é o que tem chamado a atenção de milhões de pessoas pelo mundo.

Como disse acima, o mercado de varejo está alto nessa tecnologia. O mercado imobiliário é outro que tem ganho empresas exclusivas lá. É possível construir uma casa nessa tecnologia, assim como já há imobiliárias para negociar terrenos e casas e até empresas que financiam a construção dessas residências.

Para quem acha que isso é “modinha” pensa que há empresas faturando milhões de reais lá. Uma menina vendeu 3 milhões de dólares em 1 dia de “tênis irados” para avatares. Metaverso, onde você vai viver e trabalhar em breve, essa menina já sabe muito bem onde e como.

A moda no Metaverso

consumidor

Acima mencionei os casos da Gucci por exemplo, mas outras marcas lá estão. O mercado de moda para avatares no Brasil ainda pouco explorado, porém no exterior é um mercado já bilionário. 

No Metaverso as pessoas querem ser o que elas sonham ser. Isso já foi dito, aqui reforço. Eu posso não ter 5 mil reais para comprar uma jaqueta da Gucci para mim, na vida real, mas se a Gucci vender por 100 reais, no Metaverso, meu avatar pode ter e eu realizo meu sonho nesse avatar. Lembre-se, o tema do evento era: Metaverso, onde você vai viver e trabalhar em breve, ou seja, cada vez mais as pessoas vão se realizar nos seus avatares.

A criptomoeda é o que vai movimentar a economia no Metaverso e isso vai impactar muito o mercado na “vida real”. A proximidade das criptos das pessoas fará com que elas busquem de uma forma exponencial investir suas economias nesse segmento, mais digital e menos atrasado como a poupança.

Características do Metaverso

  • Seja persistente, as ações são constantes
  • Seja reativo, converse com as pessoas em tempo real
  • Seja criativo, engaje pelo conteúdo e relevância 
  • Seja social, as pessoas estão ali para se relacionar, humanize a marca e se relacione
  • Seja interoperável, traga experiência e identidade

No Metaverso será o mundo de cada indivíduo, cada um terá o seu próprio Metaverso e por isso será único e é isso que cada um buscará. Criará seu próprio mundo.

Tendencias que aceleram o Metaverso

  • Experiência em Redes Sociais: simula o comportamento das pessoas
  • Evolução tecnologica: 5G vai impulsionar 
  • Efeito pandemia: distanciamento social cada vez mais incentivado, Home Office também 
  • Crescimento da Criptomoeda: mais pessoas investindo por maior conhecimento graças ao Metaverso
  • Inclusão social: cada dia as pessoas querem mais isso
  • Carbono: redução da emissão, empresas mais ligadas ao planeta e focadas no ESG

Metaverso, onde você vai viver e trabalhar em breve: O que você acha disso?

Felipe Morais
Felipe Morais
Publicitário, apaixonado por planejamento digital. Começou a carreira, em 2001, atuando como redator publicitário, passando, em 2003 para a área de planejamento digital, onde atua até hoje, sendo reconhecido como um dos grandes nomes do mercado no Brasil.

2 Comments

  1. Antônio Costa disse:

    Informações e reflexões relevantes que descrevem com bastante precisão o futuro.
    Parabéns e obrigado por compartilhar esse cenário de forma tão enriquecida.

  2. Robson Pupio disse:

    Parabéns pelo artigo.

    Momento de olhar com mais atenção para essa tecnologia..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.